Notícias

Pagamentos serão retomados até a próxima sexta-feira (21) 

Famílias que estão em dois abrigos protestaram na tarde desta terça-feira (18), em Marabá, no sudeste do Estado. Elas reivindicavam a retomada dos pagamentos do Programa Recomeçar, que disponibiliza um salário mínimo (R$ 1.320,00) para as famílias que tiveram suas casas afetadas pelas cheias dos rios na cidade. O comandante do 5º Grupamento de Bombeiros Militar, major Marcos Felipe Galúcio de Souza, esteve pessoalmente intermediando a situação na entrada da Marabá Pioneira e posteriormente no Abrigo da Z-30, na Orla da cidade.  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 “Eu só passei a eles a informação, o que já era a programação do Governo do Estado, que está previsto para ser pago a partir deste final de semana, de quinta para sexta-feira”, afirmou o major Galúcio, acrescentando que acredita que o primeiro lote de pagamento deve sair ainda na quinta-feira (20).Após serem informados da previsão de pagamento, os manifestantes liberaram a entrada da Marabá Pioneira, que estava interditada com banheiros químicos e caixa d’águas, assim como o trecho da orla que também havia sido interditada por famílias do abrigo da Z-30. “A gente entende que são realmente famílias que estão passando por um momento difícil das suas vidas. Com muita calma e gentileza a gente tentou conversar com eles que o pagamento vai sair até porque a finalidade do Programa Recomeçar é justamente esse. Para que eles possam comprar um eletrodoméstico que perdeu, móvel que perdeu ou fazer uma pequena reforma”, ponderou o oficial.  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 LEIA TAMBÉM:+ Cestas básicas e kits humanitários são entregues em abrigos+ Nível do rio Tocantins registra nova baixa em MarabáETAPA Nessa primeira etapa mais de 500 pessoas devem ser beneficiadas, segundo o comandante do 5º GBM. À medida que serão analisados os cadastros das famílias mais lotes serão liberados. “Toda semana dois ou três lotes para que não haja uma corrida grande a instituição bancária e acabar por não dar conta de atender todo mundo”, ponderou o oficial.  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 Em Marabá, a Defesa Civil do Estado cadastrou quase 3 mil famílias para receberem o benefício. Equipes do Estado estão verificando se as famílias atendem aos requisitos do Programa Recomeçar. A lista com o nome dos contemplados nos lotes será divulgada nas redes oficiais da Defesa Civil do Pará. 

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo