Notícias

Mulher é presa por participação da morte de cabo Cilinho

Na manhã deste domingo (23), criminosos armados executaram um ex-cabo da Polícia Militar, identificado como Otacílio José Queiroz Gonçalves, mais conhecido como “Cilinho”. O crime ocorreu na passagem João de Deus, no bairro do Guamá, em Belém.
Segundo testemunhas, três homens chegaram armados em uma moto e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra Cilinho. A vítima chegou a ser socorrida e levada até o Pronto Socorro do Guamá, mas não resistiu aos ferimentos.
Ainda no domingo, uma mulher foi presa por suspeita de participação no crime. A suspeita foi identificada como Paloma Cristina Miranda Nascimento.Veja também:Primas se esfaqueiam e morrem durante briga em MedicilândiaHomem é morto a tiros e outras duas pessoas são baleadasDurante tentativa de roubo, jovem reage e é morto a tiroDe acordo com a Polícia Civil, Paloma é a pessoa que alugou um kitnet, em frente à casa da vítima e ofereceu apoio logístico aos executores no dia do crime. A suspeita foi encontrada na residência da mãe, no bairro Terra Firme. Ela foi autuada em flagrante delito pelo crime de homicídio qualificado.
A Polícia Civil informa ainda que as investigações continuam para identificar os atiradores. Qualquer informações que possa levar a localização dos atiradores podem ser repassadas pelo Disque Denúncia (181). O sigilo do denunciante é garantido.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo