Notícias

É hoje! Paysandu e Manaus promete ser jogo tenso até o fim

Os últimos jogos não têm sido nada bons para o Paysandu. Das seis vezes anteriores em que entrou em campo, o Papão perdeu quatro vezes, empatou uma e ganhou apenas uma vez, em compromissos divididos entre Campeonato Paraense, Copa Verde e Campeonato Brasileiro da Série C. Nesse período, trocou de comissão técnica e vem tentando trocar um pneu com um carro em alta velocidade. Hoje, às 19h, volta a campo pela quarta rodada da Série C em busca da reabilitação e da fuga das últimas colocações da primeira fase. O jogo será na Curuzu, contra o Manaus-AM.
Talvez nem uma vitória hoje seja suficiente para que o Paysandu volte ao grupo dos oito primeiros colocados ao fim da quarta rodada, mas a missão é, no mínimo, encostar na zona de classificação para a fase seguinte com mais três pontos conquistados, sem deixar o pelotão de cima desgarrar. Pelos planos da comissão técnica bicolor, ao fim do Parazão e da Copa Verde o elenco terá mais tempo para focar apenas na busca pelo acesso.
Com um elenco dividido entre quem pode e quem não pode jogar as várias competições que ainda disputa, o Papão tem na Terceirona a única oportunidade de colocar em campo qualquer um que está na Curuzu. Com isso, o técnico Marquinhos Santos deve fazer mudanças em relação à equipe que perdeu de 2 a 0 para o Goiás-GO no meio de semana, pela Copa Verde. Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Paysandu Sport Club (@paysandu)
O desfalque certo é o lateral-direito Edilson, expulso na rodada anterior. Em contrapartida, depois de cumprir suspensão, Jacy Maranhão deve voltar à cabeça de área, sendo que o time deve permanecer com o esquema com três zagueiros. Como também atua mais recuado, existe a possibilidade de o jogador ser escalado mais atrás, ao lados dos demais homens de zaga.
Com ou sem alterações nas peças, o que Marquinhos Santos tem pedido aos jogadores é um maior entendimento do que ele quer como time. Ainda sem tempo adequado para treinamentos, o treinador corre contra o tempo para preparar o Papão na conversa e trabalhos regenerativos. “Ainda estou conhecendo alguns jogadores no dia-a-dia e até nos jogos. A torcida tem que ter paciência porque aos poucos esse trabalho vai dar certo e vamos brigar por coisas grandes”.
MANAUS
A missão no Manaus é conseguir os primeiros pontos fora de casa. Até aqui, o Gavião venceu os dois jogos como mandante. O técnico Higo Magalhães sabe que o desafio será dos mais difíceis, com a estratégia de aproveitar o momento ruim do adversário para tentar surpreender. “O Paysandu está passando por essa dificuldade e vai entrar pressionado contra nós. Temos que ter um pouco mais de lucidez para aproveitar bem. Com certeza vamos gerar mais desconforto para eles e automaticamente vamos ter o controle”, disse o treinador.
No comando do ataque do Manaus há um velho conhecido da torcida do Papão. O camisa nove do Gavião é o centroavante Henan, que esteve na Curuzu no ano passado. Para ele, ficou o respeito pelo ex-clube, mas admite que fazer um gol nessa situação seria algo diferenciado. “Sou atacante e sempre espero fazer gols. E se tratando de um clube pelo qual passei, sempre fica aquela vontade de fazer uma grande partida e somar pontos preciosos para a sequência da competição”, confirmou Henan.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo