Notícias

Com Wallace, Cruzeiro vence e conquista a Superliga de vôlei

O Sada Cruzeiro venceu o rival Minas por 3 sets a 0 (25/18, 25/19 e 25/20) e conquistou seu oitavo título da Superliga masculina de vôlei neste domingo (30).
Até então, as duas equipes dividiam o topo do campeonato nacional com sete troféus cada uma. O cruzeirense López foi eleito MVP da Superliga, além de melhor jogador em quadra na decisão e melhor ponteiro do torneio.Disputada em São José dos Campos (SP), a partida teve a participação de Wallace, vindo do banco de reservas. Ele marcou o ponto do título do Cruzeiro. O oposto foi suspenso pelo Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil (COB) por 90 dias no dia 3 de fevereiro.
A equipe mineira, no entanto, conseguiu uma liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) interrompendo a suspensão do jogador no dia 12 de abril. Mesmo assim, o atleta não esteve em quadra nas duas partidas da semifinal, contra o São José, nos dias 19 e 22 de abril.
Pela ausência de uma cadeia uniforme de decisões na Justiça esportiva do país, a punição ou não ao oposto caiu em um limbo jurídico. Havia questionamentos sobre a validade da liminar do STJD, já que o COB é o órgão máximo dos esportes olímpicos do Brasil.
No final de janeiro, Wallace postou foto em sua conta de Instagram. Estava em clube de tiro, com uma arma na mão e abriu a caixa de perguntas do aplicativo para responder a dúvidas dos seus seguidores. Um deles questionou se usaria aquele revólver para dar um tiro no presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Wallace respondeu com a abertura de enquete questionando quem faria aquilo.
A avaliação entre dirigentes, após a concessão da liminar, era que tudo seria resolvido de maneira tranquila se o assunto estivesse nas mãos dos dirigentes do Comitê, mas o Conselho de Ética que suspendeu Wallace é um órgão independente e ameaça aumentar a punição, caso o atleta volte a atuar antes do prazo.
Se for levado adiante, o caso teria de ser resolvido pelo CAS (Corte Arbitral do Esporte), sediado na Suíça. A decisão poderia levar meses.
O jogo deste domingo também foi marcado pelas despedidas das quadras do levantador William, 43, ouro nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, e do oposto Leandro Vissoto, 40.
“Nunca sonhei vivenciar isso com minha família toda aqui. Lógico que eu queria ganhar. A equipe do Cruzeiro é uma máquina. Só tenho gratidão. Agradecer quem fez parte da trajetória”, disse Vissoto no final da partida.
Emocionado, William também agradeceu ao apoio da torcida e da família presente em São José após a decisão. “É incrível poder estar aqui jogando uma final, [com] esse tanto de gente. Nunca recebi tanta mensagem. [Quero] agradecer todo mundo”.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo