Notícias

Cinco pessoas são presas com documento falso em Belém 

A Polícia Civil do Estado do Pará, através da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), por meio da Delegacia Especializada em Investigação de Estelionato e Outras Fraudes (DEOF), efetuou a prisão de cinco pessoas em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, na sede da Câmara Municipal de Belém.
De acordo com a polícia, na manhã desta sexta-feira (19), Ana Vilma Farias da Silva, Domingos de Jesus Silva Viana Filho, Maria Cristina Rocha de Abreu, Maria de Fátima Sales e Miguel do Carmo Araújo se apresentaram no  órgão legislativo portando documentos falsos para para emissão de documentos de identidade.
As mulheres se apresentaram apresentando certidões de nascimento de outras pessoas. Segundo as apurações, as suspeitas recebiam uma quantia de R$ 250,00, para se passarem pelas pessoas. Já o homem de nome Miguel era o responsável por agenciar essas mulheres no bairro do Guamá, a mando de Domingos.Veja também:Vídeo: Homens são flagrados furtando cabos de loja em BelémTraficante tenta fugir, mas é preso no aeroporto de BelémSuspeito de estupro virtual é procurado pela polícia no ParáPara as autoridades, a finalidade da emissão dos documentos era posteriormente aposenta-las falsamente pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e após isso realizar empréstimos consignados em nome das pessoas. Com Domingos foram encontrados fotos 3×4, contatos telefônicos das mulheres donas das certidões de nascimento apresentadas no posto de identificação. 
Todos os envolvidos foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia Especializada em Investigação de Estelionato e Outras Fraudes (DEOF), onde foram atuados pelo crime de falsidade ideológica e permaneceram a disposição da justiça.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo