Notícias

Algodoal: tartaruga com mais de 400 ovos é amarrada e morta

Uma tartaruga marinha foi encontrada amarrada dentro de um curral, na noite da última sexta-feira (5), na Ilha de Algodoal, pertencente ao município de Maracanã, nordeste paraense. Essa não seria a primeira vez que o crime ambiental é testemunhado na região.
A denúncia foi feita pelo perfil oficial do Projeto Suruanã, nas redes sociais. Na publicação, os representantes do projeto narram que o animal, uma fêmea que abrigava mais de 400 ovos, havia sido encontrada por duas fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Maracanã.
“Isso é um ato de crueldade!”, frisa na publicação. O projeto atua há mais de 10 anos com a pesquisa de tartarugas marinhas e na “recuperação e conservação de espécies e ambientes costeiros, marinhos e de água doce”.E MAIS:Selo Verde-Pará: Estado lança nova versão com a AmazonBrasil tem aumento em casos de dengue, Zika e chikungunya
Por meio das redes sociais, o secretário de Meio Ambiente de Maracanã, Elton Júnior, esclareceu que os agentes foram acionados para a ocorrência até o curral e que tentaram salvar a tartaruga, mas sem sucesso. “Estamos indignados com o fato e faremos o possível para responsabilizar os culpados”, pontuou.
Sobre a denúncia, o DOL entrou em contato com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semas), por meio de nota, e aguarda um retorno do posicionamento.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo